NOTÍCIAS - Depoimento de uma mãe sobre o Diálogo Educativo

Dialogo Educativo

Com o objetivo de oferecer aos pais conhecimento dos momentos pelos quais seus filhos estão passando, e auxiliá-los como lidar com cada situação, a Moppe criou o Diálogo Educativo. A cada mês um tema é abordado para cada faixa etária, sendo desenvolvido pela supervisora pedagógica Diva Freire.

Foram trabalhados assuntos como: adaptação dos alunos de 2 e 3 anos, o trabalho com limites, orientação de estudos e o processo de desenvolvimento da escrita.

Confira depoimento da Tais Vinha, mãe dos dos alunos Fábio e  Juliano Vinha Vigneron sobre o diálogo educativo realizado para as turmas do 5º ano.


DIALOGANDO COM A ESCOLA

Texto desenvolvido por Tais Vinha.

Quando optamos por matricular nossos filhos na Moppe, escolhemos uma escola diferente daquela em que estudamos. Isso é muito legal, pois significa que questionamos o antigo modelo e optamos por proporcionar às nossas crianças uma experiência nova em educação.

Mas também pode ser confuso: “Por que meu filho ainda não escreve com letra cursiva?”,  “Minha filha faz cálculos muito bem, mas quando vocês vão ensinar conta armada?”, “Soube que meu menino se envolveu numa briga, por que não fui chamado?”

Essas e outras questões surgem não por falta de confiança na escola e sim porque nossas referências educacionais são aquelas que tivemos e, diante do desconhecido, é normal ficarmos inseguros.

Para nos aproximarmos mais do dia a dia dos nossos filhos e entendermos melhor a proposta educacional da escola, a Moppe criou os “Diálogos Educativos”.

São conversas com a Diva, supervisora pedagógica, sobre como a escola lida com diversas questões que envolvem o desenvolvimento dos nossos filhos, tais como a construção do conhecimento, escrita, leitura, ética e moralidade, conflitos etc.

O último encontro do qual participei foi direcionado aos pais do 5º ano e conversamos sobre o início da adolescência, as mudanças de comportamento nessa nova fase da vida e os diferentes tipos de educação com relação à imposição de limites. Aprendemos o que é heteronomia e autonomia, termos que parecem vindos de outro planeta, mas que quando traduzidos do “pedagogês” fazem todo o sentido e nos ajudam a entender como a escola atua para formar indivíduos capazes de pensar por si próprios e tomar decisões baseadas em seus próprios valores e não naquilo que lhes é imposto.

Aprendemos, por exemplo, que a Moppe não teme o conflito. Pelo contrário, vê nesses momentos oportunidades preciosas de aprendizado, pois a vida é repleta de conflitos e é vivendo-os que aprendemos a resolvê-los. E que as intervenções são feitas de modo que os alunos reflitam sobre o ocorrido e busquem eles mesmos uma solução. Confesso que é algo bem diferente daquilo que vivi, aluna de uma escola estadual, em plena ditadura militar.

Qualquer escola com uma proposta diferenciada deve educar os pais e sou grata à Moppe por nos proporcionar estes momentos de reflexão e aprendizado sobre a educação que escolhemos para nossos filhos.

 
 

Escola Moppe: Av. Lineu de Moura, 1655 - Urbanova - São José dos Campos/SP
Tel.: (12) 3949-9380 E-mail: moppe@moppe.com.br

Berçário Bambini: Rua Carlos Chagas, 346 - Jd. Esplanada - São José dos Campos/SP
Tel.: (12) 3204-4610 E-mail: bambini@moppe.com.br